Image

Comunhão dos lucros

O lucro partilhado e depois destinado para os objetivos da EdC é o "uniforme" da EdC, condição necessária (mesmo se não suficiente) para fazer parte do projeto. A primeira ideia-força do projeto foi colocar os lucros em comum, divididos em três partes: para o desenvolvimento da empresa, para a formação cultural e para a ajuda aos pobres.

As empresas que aderem à EdC atribuem igual importância a cada uma dessas partes, e cada ano distribuem os seus lucros conforme este critério. Desde 2008 todo ano se produz um "Relatório Edc" que presta contas de como os lucros das empresas são distribuídos. Os Relatórios Edc estão disponíveis aquì.

A formação cultural

A EdC tem, entre as suas ideias irrenunciáveis, a convicção de que sem uma cultura nova não se faz uma nova economia. O agir econômico é sempre expressão de um estilo de vida mais amplo, de uma visão de mundo. Por isso, desde a primeira inspiração de Chiara Lubich, uma parte dos lucros das empresas é destinada para a formação à "cultura da partilha", sobretudo, através das estruturas de formação do Movimento dos Focolares (cidadelas, imprensa, "centros mariápolis" ).

Nestas estruturas as pessoas, pobres ou menos pobres, se formam para uma cultura da reciprocidade, sem a qual a comunhão não poderá jamais se tornar um estilo normal de vida 

Image

A ajuda aos necessitados

Image

O primeiro objetivo da EdC é a luta contra a miséria (que preferimos não chamar de "pobreza") como um caminho para a Comunione_utili_indigenticonstrução de um mundo mais justo e fraterno. A EdC propõe, a quem se encontra em dificuldade econômica ou em qualquer outra forma de indigência (de formação, de direitos...) um caminho de ajuda baseado no princípio de subsidiariedade e, sobretudo, na reciprocidade. Ao "pobre" se oferece primeiro um novo relacionamento, depois se entra com a ajuda material. O primeiro cuidado é o próprio relacionamento.

De fato, a EdC não quer ser um projeto de assistência, mas um projeto onde é a comunidade que resolve os seus problemas, "subsidiada", ajudada, pelos lucros das empresas. Para a definição e a implementação dos projetos de ajuda a EdC colabora com a AMU, uma ONG que há mais de 20 anos trabalha no setor do desenvolvimento.

O desenvolvimento da empresa

A EdC não é um projeto de emergência, nem um projeto de captação de recursos. Ela mira ao desenvolvimento e ao crescimento da instituição empresa, para que possa continuar a gerar riqueza, bens e serviços, e postos de trabalho. Oferecer emprego, especialmente em países mais pobres, é uma forma superior de ajuda ao desenvolvimento.

Portanto, a EdC não se opõe à empresa, em nenhuma de suas formas (desde aquelas individuais àquelas S.A.), mas as chama à própria vocação de geradoras de desenvolvimento humano e de bem comum.

Image

Seguici su:

quem está online?

Temos 605 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2019 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - info@marcoriccardi.it

Please publish modules in offcanvas position.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.