EoC-IIN: talentos em redes para novas empresas

Cinco "hub" já estão ativos no Brasil, Camarões, Croácia, México e Portugal

 por Maria Florencia Locascio

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N44 pag14 Florencia Locascio rid webO ano do 25º aniversário da EdC nos levou a darmos um passo para frente: incentivar a inovação para darmos, juntos, novas respostas para os desafios de hoje.  EOC-IIN (Rede Internacional de Incubação da Economia de Comunhão) nasceu neste contexto: a "primeira geração" de empresários e profissionais tem se colocado a serviço de uma "segunda geração" de jovens com vocação para o empreendedorismo de inclusão e de comunhão.

Quase um ano após o nascimento do projeto operadores EdC de cinco países: Brasil, México, Portugal, Camarões e Croácia,começaram suas atividades com recursos locais e com a contribuição dos lucros da comunidade internacional, enquanto outros 12 países estão desenvolvendo uma estratégia para criar um Hub EoC-IIN.

Portugal e Brasil -que já experimentaram a incubação de empresas - têm feito progressos. No México e nos Camarões, iniciou-se o acompanhamento de projetos de negócios realizados com os recursos da comunidade. Ainda nos Camarões, nasceu o Centro de Recursos para Empreendedores (CRE), com um espaço de co-working, no qual opera a Associação Local da EdC e uma empresa. O CRE começa a operar como Hub EdC-IIN aproximando jovens com ideias de negócio com empresários experientes, e em breve haverá seminários de formação para novos empresários.

No México, aconteceu um workshop de incubação para três projetos produtivos, com um formato que será repetido em diversas cidades. A ideia é treinar "comunidades de empresas incubadas" e formar grupos de apoio técnico e de inspiração. Em 2016 também iniciou um projeto com a Universidade de Puebla para incubar projetos em uma comunidade indígena.

N44 pag14 Eoc iin Messico rid web Em 2017, queremos fortalecer os projetos existentes, acompanhando a criação de novos centros e, paralelamente, incentivando parcerias com organizações da economia social e civil. Uma experiência de sucesso neste sentido é o de Anpecom, a Associação da EdC brasileira, que graças ao apoio econômico internacional e a transmissão de know-how de um parceiro local, está levando pra frente um treinamento em empreendedorismo para 100 jovens em situação de vulnerabilidade. 

Além disso, para fortalecer a rede internacional, estamos desenvolvendo uma plataforma digital que facilitará as relações e seja de apoio a incubação. No encontro internacional de fevereiro, em Castelgandolfo, está previsto um espaço de formação para o Hub, onde os países que já iniciaram suas atividades EoC-IIN compartilharão as metodologias desenvolvidas com os países que estão iniciando o percurso. Será um momentode trabalho para definir em conjunto os próximos passos do nosso projeto.

Para maiores informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.