Relatório EdC 2016

 

Cover Edc44Economia de Comunhão - uma nova cultura 

Suplemento publicado com a revista italiana 'Città Nuova'


Para manter viva a memória de Leo Andringa,  um N44 pag02 Leo Andringa rid webdos primeiros a perceber a delicadeza do processo de distribuição dos lucros das empresas de EdC para os necessitados, a EdC decidiu dedicar a ele o recém-constituido “Observatório sobre a pobreza” (OPLA), com sede no Polo Lionello. O objetivo do OPLA, dirigido por Licia Paglione, é coletar as "melhores práticas" (internas e externas da EdC) no combate à pobreza, desenvolvendo uma abordagem inspirada nos valores da comunhão e da reciprocidade.

Os nossos cinco pães e dois peixes

Empresários, trabalhadores e pesquisadores de 52 países encontraram-se em Roma para oferecer ao papa Francisco o fruto modesto - mas sofrido - de vinte e cinco anos de empenho contracorrente em realizar uma comunhão produtiva aberta aos excluídos.

por Alberto Ferrucci

N44 pag03 Alberto Ferrucci Autore rid webdo Relatório EdC 2016: "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

Este relatório está sendo publicado exatamente nos dias em que os agentes da economia de comunhão, provenientes de todo o mundo, estão chegando em Roma para encontrar o Papa Francisco. Eles podem oferecer ao Santo Padre: polos produtivos na Europa e na América Latina, vida de comunhão dos trabalhadores de oitocentas empresas, ajuda a alguns milhares de pessoas em necessidade, escolas para os seus filhos, associações que organizam cursos e redes de apoio a novas empresas de jovens empreendedores, projetos produtivos e sociais, apoio à universidade da cultura da unidade, diálogo com a cultura contemporânea.

Leia mais...

Argentina e Itália: liberdade, reciprocidade e desenvolvimento

EdC e AMU: o impacto dos projetos realizados em 2016 com os lucros compartilhados pelas empresas de EdC.

por Francesco Tortorella

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N42 Pag 04 Tortorella autore ridTambém em 2016 a colaboração entre EdC e AMU* foi focada na criação de postos de trabalho, para oferecer a muitas pessoas a oportunidade de não depender das “contribuições financeiras temporárias”, mas de alcançar seu sustento com suas próprias competências.

Durante o ano alguns projetos foram concluídos: na Bolívia (microcrédito), Paraguai (microempresas familiares), Filipinas (colocação de meninos de rua no mercado de trabalho) e Itália (formação profissional para ex-drogados e assistência a desempregados). Graças a estes projetos 100 pessoas hoje têm um trabalho e ganham o necessário para suas famílias poderem viver.

Leia mais...

O Polo nos Pampas Argentinos

O’Higgins (Argentina): os resultados de uma comunhão em 360 graus

por Hugo Mardon

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N44 pag06 Polo Pampa Hugo Mardon Autore rid web

EdC e Mariápolis Lia - A empresa de produção de doce "Smile", localizada na Mariápolis Lia, próximo ao Polo argentino EdC Solidaridad, por muitos anos oferece trabalho e suporte para jovens focolarinas* que realizam um curso de formação na Mariápolis. Nos últimos meses, a necessidade de organização decorrida um grande pedido, mostrou que os sistemas de gestão, produção e comercialização eram precários comparados com as perspectivas de desenvolvimento que se tornaram realidade: ficou clara a necessidade de uma mudança.

Leia mais...

Coreia: a meta de felicidade para todos

Em um momento crucial para o povo coreano, a economia civil dá sinais de esperança

por Regina Min

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N43 pag 05 Regina Min AutoreO povo da Coreia do Sul está vivendo um momento de uma grave crise de relação controversa entre a presidente eleita em 2012, Park Geun-hye, e a filha de um líder de uma seita xamânica, que veio à tona em novembro do ano passado. Aparentemente, devido à sua influência sobre a presidente, as grandes empresas coreanas, incluindo Samsung, doaram dezenas de milhões de dólares para a sua fundação e mais...

Leia mais...

Lucros compartilhados: relatório 2016

Crescente comprometimento na geração de emprego para pobres e jovens, também através da rede mundial de incubadoras

por Gian Maria Bidone

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N42 Pag 08 Gian Maria Bidone autoreAs tabelas referem-se ao ano de 2016 e ao último trimestre de 2015, porque agora a gestão dos lucros é feita conforme o ano solar. Mostram-se os dados por grandes áreas continentais em duas tabelas: a primeira apresenta os lucros administrados pela estrutura internacional que possibilita uma comunhão de bens com o respiro do mundo unido. A segunda traz os lucros geridos pelas estruturas locais da EdC e por empresários individuais, uma tendência voltada a alcançar uma sempre maior eficácia no emprego de tais recursos e uma maior proximidade das empresas com as necessidades dos pobres, e da formação de “homens novos”, tanto no próprio território quanto em outros lugares. 

Leia mais...

EdC dá os primeiros passos na Rússia

Da formação da cultura do dar nasccem os primeiros projetos de EdC

por Tatiana Minakova  

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N44 pag10 Tatiana Minakova rid web

Um país continental, com 143 milhões de habitantes e uma história marcada por revoluções, socialismo, guerras, capitalismo e crise socioeconômica. Esse é o cenário em que a Economia de Comunhão, através de alguns empreendedores em Moscou, dá seus primeiros
passos na Rússia. Confira o relato de Tatiana Minakova.

Leia mais...

O recomeço da empresa de Nando e Maria

A ajuda na prática dos empreendedores da AIPEC para uma empresa afetada por um terremoto do centro da Itália

por Ornella Seca

do Relatório EdC 2016: "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N44 pag11 Ornella Seca Autore rid webPoucos dias após a tragédia de 24 de agosto, enquanto as imagens da TV continuavam a mostrar os escombros, o conselho executivo da Associação de Empresários italianos por uma Economia de Comunhão (AIPEC) se perguntava qual o significado de uma associação de empresários em uma situação onde muitas famílias perderam tudo. Sem casa, sem afeto, sem apoio comunitário que tornava longos aqueles oásis extraordinários do centro da Itália.

Leia mais...

Os desafios do Polo Spartaco

Dificuldades e sucessos do primeiro polo empresarial de Economia de Comunhão no Brasil

por Thiago Borges

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura" 

N44 pag12 13 Thiago Borges Autore rid webO Polo Spartaco nasceu em 1993 perto da Mariápolis Ginetta, a cidadezinha do Movimento dos Focolares, localizado a 50 km de São Paulo, como a primeira evidência concreta de uma economia vivendo com o paradigma da comunhão. Foram instaladas empresas de diferentes ramos, mas todas comandadas por empresários convictos de que para resgatar os menos favorecidos de sua vulnerabilidade (mesmo motivo pelo qual nasceu o polo), apenas o assistencialismo não é suficiente. Em vez disso, eles devem envolvê-los, tornando-os protagonistas das relações econômicas.

Leia mais...

EoC-IIN: talentos em redes para novas empresas

Cinco "hub" já estão ativos no Brasil, Camarões, Croácia, México e Portugal

 por Maria Florencia Locascio

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N44 pag14 Florencia Locascio rid webO ano do 25º aniversário da EdC nos levou a darmos um passo para frente: incentivar a inovação para darmos, juntos, novas respostas para os desafios de hoje.  EOC-IIN (Rede Internacional de Incubação da Economia de Comunhão) nasceu neste contexto: a "primeira geração" de empresários e profissionais tem se colocado a serviço de uma "segunda geração" de jovens com vocação para o empreendedorismo de inclusão e de comunhão.

Leia mais...

Uma profecia que dura 25 anos

Quem sente que precisa responder ao chamado a construir uma economia de comunhão sabe que, para não se perder, deve olhar o mundo do ponto de vista dos últimos 

por Luigino Bruni

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N42 Pag15 Luigino Bruni autore

Os carismas continuam no presente a ação dos profetas. Para entender Francisco de Assis ou Chiara Lubich, é preciso pensar, sobretudo, em Isaías, Jeremias, Ezequiel, Moisés. São muito semelhantes, se olharmos bem para eles. Todos encontraram a Voz, escutaram-na, receberam um chamado, uma tarefa, libertaram escravos. Seguiram, pois, aquela voz e cumpriram a própria tarefa por toda a vida e morreram antes de chegar à ‘terra prometida’. Eles a viram somente de longe, porque a terra prometida é sempre dos filhos.

Leia mais...

Siga-nos:

facebook twitter vimeo icon youtubeicon flickr

Relatório EdC 2016

Cover Edc44 EN modUm ano de vida EdC, estratégias e perspectivas para o futuro. 

 Ir para a versão online

Aderir a EdC

EoC Companies crop banner rid modCadastre a sua empresa no novo site exclusivo: edc-info.org

Descubra mais...

O dado das empresas

Logo cube IT 150

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.