LoppianoLab: uma esperança que torna-se realidade

Muito mais do que uma convenção tradicional, os quatro dias de laboratório reuniram empresários, professores e especialistas. Uma contribuição específica por parte dos jovens.

de "Economia de Comunhão - uma nova cultura" n.34 - Encarte da revista Città Nuova n.23 - 2011 - dezembro de 2011

por Ivan Vitali

Ivan_Vitali_ridSe alguém tivesse vindo para a LoppianoLab nos dias 15 a 18 de setembro com a expectativa de participar de uma convenção “normal” ou tivesse expectativas até mais ambiciosas, não teria voltado para casa desiludido: teria, de fato, encontrado um programa rico, palestrantes e professores de prestígio, empresários com experiências e histórias interessantes para contar, momentos artísticos e testemunhos de alto valor, hospitalidade e organização sempre à altura da situação.

Mas não se tratou de uma convenção normal. Para quem não pode estar presente, acredito que não seja possível replicar o valor e as sensações suscitadas em quem participou, nem mesmo colocando a disposição os vídeos de todas as palestras, de todas as explanações, de todos os dias.

Fazer empresa “limpa”, contar algumas formas de pobreza, organizar cursos de economia, empenhar-se para compreender e melhorar o mundo, de fato, são experiências que de alguma forma todos conhecemos.

Empenhar-se em fazer a empresa como resposta a uma vocação criativa, que gera trabalho, que cria valor utilizado para estudar, para gerar novas empresas, para torná-las menos vulneráveis às crises financeiras e, ao mesmo tempo, permite o apoio ao crescimento de quem no mundo é mais frágil é, porém, uma outra coisa: parece aquilo que alguns estudiosos chamam de carisma.

Ter sido convidado a apresentar em LoppianoLab os testemunhos de alguns jovens que aprofundam os estudo da Economia de Comunhão e de outrs que participaram das "Summer school”, para mim teve um significato particular, ligado a uma experiência viva: nos meses anteriores, na Calábria, Abruzzo e Puglia, pude conhecer e dividir dias de estudos, de cultura, de relax com grupos de jovens que acreditam que estudar para criar valores e gerar desenvolvimento vale muito mais do que a emissão de um certificado ou de um emprego fixo; que entendem que fazer empresa significa mais do que dar-se – e dar – um trabalho; que se deixaram colocar em discussão e, juntos, geraram discussões, trocas de idéias, relatos; que mesmo em contextos territoriais difíceis, souberam fazer negócios.

O gosto que ficou para mim na conclusão de LoppianoLab, em duas palavras é o da esperança e do sonho que torna-se realidade; a esperança que é alimentada por jovens e adultos que arriscam em primeira pessoa, que se empenham em gerar uma nova cultura da legalidade, para valorizar o potencial dos próprios territórios, para favorecer o diálogo com empresas e  instituições. O sonho é aquele que se fez presente pelos professores, pelos empresários, pelos estudantes, pelos participantes de LoppianoLab e que torna-se realidade de empresa e vida boa, com a grande intuição que está na base da Economia de Comunhão: realidade aberta a quem quiser investir e empreender porque acredita que pode realizar um amanhã melhor do que o hoje, para sí e para os outros.

Siga-nos:

Alessandra Smerilli

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

quem está online?

Temos 1096 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2019 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - info@marcoriccardi.it

Please publish modules in offcanvas position.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.