n-30Noticiário EdC

N30_Cover

"Economia de Comunhão - uma nova cultura"
nº 30 - dezembro de 2009

 

 

 

 

 

As relações da EdC

Uma das grandes palavras de EdC, da sua praxis e da sua cultura, é, sem dúvida, relação. Bens relacionais, reciprocidade, gratuidade, comunhão, são todas palavras que dizem modos de entender as relações humanas. A EdC pode ser também vista como uma diferente cultura da relação.

As relações da EdC (1)

por Luigino Bruni
da  "Economia de Comunhão - uma cultura nova" n.30 Dezembro 2009


Mas onde se encontra a peculiaridade da relacionalidade que se vive no interior da EdC e as normais relações económicas?

N30_Luigino_Bruni_ridDe um certo ponto de vista, toda a vida económica é uma rede de relações, uma rede sempre mais intensa, global, complexa. Consumir um café no bar ao pé de casa, fazer um telefonema, adquirir um livro via internet, enviar uma carta a um amigo, são operações possíveis graças à cooperação de centenas, milhares, dezenas de milhar, por vezes milhões de pessoas. A relação mais típica da economia, sobretudo da economia de mercado, é a da cooperativa; mas surge logo a questão: que cooperação e que relação?
Acima de tudo, devemos recordar que o homem moderno realizou a mais vasta e ampla cooperação que a história do planeta terra jamais tenha conhecido, no decurso da evolução do homo sapiens. De um certo ponto de vista, é de facto inegável que a sociedade de mercado multiplicou de maneira exponencial as relações entre as pessoas, alargando e enriquecendo as redes de cooperação.

Leia mais...

Amar o inimigo

 

Amar o inimigo

por Germán M. Jorge

Ligou-me  para o telefone o gerente de produção da fábrica de cimento que é o nosso N30_Germnprincipal concorrente na área a perguntar se podíamos vender uma certa quantidade de cimento, porque os outros fornecedores já não lhe concediam crédito.
Era evidente que eles estavam passando por um  momento muito difícil do ponto de vista financeiro, devido à separação da sociedade familiar e as consequências que este facto estava gerando.

Eu sabia que a situação era grave e senti dentro de mim que chegara o momento que tanto tinha esperado: tinha a oportunidade de mudar a história! Este concorrente tinha agido fortemente contra mim no mercado e até dissera a outros colegas que o seu erro tinha sido o de me ter deixado levantar a cabeça.

Leia mais...

A criação de caracóis

A criação de caracóis

por Genevieve Sanze
publicado em: "Economia de Comunhão - uma nova cultura", nº. 30 - Dezembro 2009
N30_Genevieve_SanzeEm África, a Economia de Comunhão não se exprime em muitas empresas, mas o espírito que a fez nascer está a difundir uma nova cultura, também graças aos mais pequenos: durante a guerra na Costa do Marfim, uma menina de oito anos, num encontro das Gen 4, contou esta experiência: tinha recebido do seu tio, como prenda, uma nota de cem francos CFA, equivalente a cerca de vinte cêntimos do euro, com que pensava comprar alguma coisa para comer, mas ao chegar a casa encontrou a mãe aflita, porque não tinha nada de comer para pôr na mesa: por isso, todos estavam muito nervosos em casa.
Pensou então ir comprar alguma coisa para ela, mas como Gen 4 tinha aprendido que é preciso “dar sempre” e fazer feliz o irmão; e então pensou: “porque não experimento?” Decidiu assim entregar aquele pouco dinheiro à mãe, a qual correu imediatamente ao mercado a comprar algo para preparar uma refeição para toda a família; assim todos puderam comer e a serenidade voltou.

 

Leia mais...

A arte da gestão de crises nas Organizações com motivação ideal

 

A arte da gestão de crises nas Organizações com motivação ideal

por Alessandra Smerilli
publicado em: "Economia de Comunhão - uma nova cultura", nº. 30 - Dezembro 2009 

N30_Alessandra_SmerilliAs motivações intrínsecas têm um valor muito importante na vida civil e também na vida económica e nas organizações. Se há, no entanto, um lugar onde a gratuidade desempenha um papel muito especial é o das "organizações com motivação ideal" (OMI), uma frase que hoje é usada para indicar aquelas organizações - associações, ONG’s, empresas sociais ou as empresas de economia de comunhão, etc. - nas quais o motivo de inspiração (ou que inspiraram a sua constituição) não é o lucro em primeiro lugar, nem elementos exclusivamente instrumentais, mas uma motivação ideal, uma missão ou uma "vocação" que, em muitos aspectos, vem das motivações intrínsecas dos seus promotores.

Também as empresas de Economia de Comunhão (EdC) podem ser definidas como OMI, aliás representam uma espécie de ideal-tipo, dado o papel fundamental do idealismo na sua identidade.

Leia mais...

A cultura da EdC no Brasil

A cultura da EdC no Brasil

por Andréa Cruz
da "Economia di Comunione - una cultura nuova" n.30 - dicembre 2009

N30__Andra_CruzIn quale modo questo articolo si propone di parlare della cultura EdC in Brasile? Perchè, in senso lato, tutto è cultura: sia la concretizzazione del progetto, cioè le aziende con l’intera rete di rapporti e di relazioni che sorgono dalla vita delle organizzazioni, la comunione con le persone in difficoltà economiche e poi, naturalmente, l’aspetto della produzione culturale, gli studi che si pongono in dialogo con molteplici approcci teorici sviluppati dai pensatori classici e contemporanei di varie discipline.

È di quest’ultimo tipo di cultura che cercheremo di parlare in queste poche righe.
Innanzitutto un’avvertenza: non si può parlare di un Brasile unico, perchè il Brasile contiene in sé tanti “Brasile”. Lo sguardo che questo articolo si propone è quello che parte dal Centro di studi, ricerca e documentazione, “Filadélfia” - la cui sede si trova nella Mariapoli Ginetta, per giungere fino a Vargem Grande Paulista, nello stato di San Paolo.

Leia mais...

A Economia de Comunhão e a Justiça Global

O projeto EdC representa uma novidade não só no campo econômico, mas também no político e no filosófico. De facto, este enfrenta temas cruciais que estão no centro da filosofia política contemporânea

A Economia de Comunhão e a Justiça Global

por Vittorio Pelligra
em "Economia de Comunhão - uma cultura nuova" n.30 - Dezembro de 2009

N30_Vittorio_Pelligra_3A obra mais importante no âmbito da filosofia política do século XX é certamente Uma Teoria da Justiça (1971), do filósofo norte-americano John Rawls. Ao constituir um ponto de referência para todos os que se ocupam, ainda que indiretamente, com questões de filosofia política, a teoria rawlsiana atraiu naturalmente para si muitas críticas. Duas em particular me parecem dignas de nota. Gostaria de as discutir aqui, sobretudo porque põem em relação a Teoria da Justiça com problemas de grande importância teórica e prática. Essa discussão nos permitirá também começar a definir um amplo fundo no qual ler algumas das características mais interessantes, a meu ver, do projeto Economia de Comunhão.

Leia mais...

A ‘Loppiano Prima’ torna-se um caso de estudo

A Cooperativa Loppiano Prima, na Conferência Internacional sobre “Pensamento Social Católico e Educação para a Gestão”

A ‘Loppiano Prima’ torna-se um caso de estudo

por Caterina Ferrone
publicado na revista "Economia de Comunhão - uma cultura nuova" nº.30 - dezembro de 2009

N30_Caterina_FerronePor ocasião do encontro “The Good Company”, organizado em Roma em 2006, na Universidade Pontifícia S. Tomás de Roma, em colaboração com a Universidade Católica “Saint Thomas” de Minnesota (USA), alguns docentes decidiam realizar, para os estudantes universitários americanos, um livro de “Ética Empresarial”, no qual fossem apresentados casos de excelência úteis para enfrentar a ligação entre a fé religiosa e a gestão empresarial.

Com este objectivo, eram propostas duas empresas EdC, uma americana, a Mundell Associates, que opera no sector ambiental, e uma italiana, a Cooperativa Loppiano Prima; esta última, nascida vinte anos antes do lançamento do projecto EdC e definida pela própria Chiara como “percursora das empresas EdC”, cresceu junto da Cidadela internacional de Loppiano, que quer ser uma viva actuação do carisma da unidade e da mensagem do Evangelho.

Leia mais...

Diálogo com os leitores

Diálogo com os leitores

O dom de um trabalho
em "Economia de Comunhão - uma nova cultura" n.30 - dezembro de 2009

A minha família sofreu diversas crises financeiras e somente graças à contribuição recebida através EdC para o pagamento das mensalidades da universidade eu pude continuar e concluir os estudos. Agora eu precisava de um trabalho. Em junho de 2008 apesar das dificuldades, me inscrevi em dois concursos um a nível federal, que previa as provas na capital e outro e para um trabalho na cidade de Salto que é a minha cidade. As provas destes concursos foram marcadas para o mesmo dia. Assim eu deveria fazer uma prova em Salto de manhã e à tarde outra prova em São Paulo que fica distante de Salto 110 km.

Leia mais...

Siga-nos:

facebook twitter vimeo icon youtubeicon flickr

EoC-IIN

Logo Eoc iin 01 rid rid

International Incubating Network

leia mais...

Relatório EdC 2016

Cover Edc44 EN modUm ano de vida EdC, estratégias e perspectivas para o futuro. 

 Ir para a versão online

Aderir a EdC

EoC Companies crop banner rid modCadastre a sua empresa no novo site exclusivo: edc-info.org

Descubra mais...

Cidade Nova e EdC

pessoas edc003A revista Cidade Nova tem agora uma página dedicada à Economia de Comunhão, com relatos de pessoas envolvidas com o projeto.

Artigos já publicados:

Escola interamericana reunirá jovens empreendedores - 10/2015
A Aurora de uma nova cultura
- 09/2015
Comunhão e a crise grega - 08/2015
John Nash e a EdC
- 07/2015
Dado empresarial e a prática dos valores da empresa
- 06/2015
Nairóbi, capital de uma nova economia
- 05/2015
EdC e a qualidade do produto
- 04/2015
O lucro não monetário
 - 03/2015
Confiança e análise de risco - 02/2015
Economia e humanismo - 01/2015

O dado das empresas

Logo cube IT 150

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

Documento de Identidade da EdC

logo_edc_benv A Economia de Comunhão (EdC) é um movimento que envolve empresários, empresas, associações, instituições econômicas, mas também trabalhadores, gestores, consumidores, poupadores, pesquisadores, operadores econômicos, pobres, cidadãos, famílias. Foi fundada por Chiara Lubich em maio de 1991 em São Paulo, no Brasil.
Leia mais... 

Linhas para a gestão de uma empresa de EdC

Binari_rid_modA Economia de Comunhão propõe às organizações produtivas que fazem própria a sua mensagem e a sua cultura, as “Linhas para a gestão de uma empresa”, escritas à luz da vida e da reflexão de milhares de empresários e trabalhadores...
Leia mais...

As tirinhas de Formy!

Ecco Formy rid mod

Conheces a mascote do site Edc?
Leia mais...

A economia da partilha

Chiara_Lubich_1Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista,
baseada numa cultura do ter,
a economia de comunhão é
economia da partilha...

Leia mais...

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.