O novo léxico do bom viver socialLogo nuovo lessico header

 

 

Nesta categoria encontram-se todos os editoriais de Luigino Bruni da série "O novo léxico do bom viver social", publicados em Avvenire de 29 de setembro de 2013 a 9 de fevereiro de 2014

 

A alternativa à economia de domínio não é uma utopia

Comunhão - Léxico do bem-viver social/20

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire em 09/02/2014

Logo nuovo lessicoEstamos todos sofrendo as consequências da escassez de comunhão. Corremos o risco de nos habituarmos à sua falta e de deixarmos, por isso, de a desejar. É dentro das comunidades que a comunhão acontece, embora o contrário não seja necessariamente verdadeiro: poderão existir – e existem de facto – comunidades nas quais não há qualquer forma de comunhão entre pessoas, onde o dom se torna obrigação, sem liberdade ou gratuidade. Os estudos sobre a felicidade e bem-estar subjetivo dizem hoje muito claramente que a principal causa de felicidade das pessoas é a vida de comunhão, a partir da primeira célula de comunhão que é a família. A qualidade de vida depende decididamente da qualidade dos relacionamentos a todos os níveis, incluindo a experiência fundamental de comunhão que é o trabalho.

Leia mais...

Quando a praça da cidade se torna num deserto

Instituições - Léxico do bem-viver social/19

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire em 02/02/2014

Logo nuovo lessicoO nosso bem-estar depende muito da qualidade das instituições. Matrimónio, universidade, bancos, Estado, Igreja e sindicatos, são realidades evidentemente muito diferentes mas com algo em comum, porque todas são instituições. Características das sociedades paralisadas em "ratoeiras sociais" são: por um lado, instituições ineficientes e corruptas; e, por outro, uma alta percentagem de pessoas com baixo ou nenhum sentido cívico e institucional. Uma tenaz mortífera, muitas vezes decisiva, que provoca sofrimento a toda a gente e empurra para a emigração os melhores jovens, atraídos por melhores instituições em outros Países. A história e o presente dos povos mostram-nos que, sem as instituições apropriadas, as sociedades não criam prosperidade generalizada e bem-viver social.

Leia mais...

A boa cidade de gente diversa e a Babel das castas fechadas

Comunidade - Léxico do bem-viver social/18

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire  em 26/01/2014

Logo nuovo lessicoComunidade, uma das palavras mais ricas, fundamentais e ambivalentes do nosso vocabulário civil, está a sofrer uma mutação radical. A comunidade verdadeira sempre foi uma realidade tudo menos romântica, linear, simples, porque nela se concentram as paixões mais fortes e profundas da natureza humana, lugar de vida e de morte. Jerusalém é chamada ‘cidade santa’, mas o fundador da primeira cidade foi Caim e o mito faz nascer Roma (e muitas outras cidades) de um fratricídio.

Leia mais...

Há que sair da economia de Flatland para voltar a gerar futuro

Tempo - Léxico do bem-viver social/17

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire  em 19/01/2014

Logo nuovo lessicoEstamos dentro de um eclipse do tempo. A lógica da economia capitalista – e a sua cultura que está dominando, sem contestação, grande parte da vida social e política – não conhece a dimensão temporal. As suas análises custo-benefício cobrem poucos dias, meses; alguns anos, na hipótese mais generosa. Na verdade, uma tendência radical deste capitalismo é o progressivo encurtamento do arco temporal das opções económicas e, consequentemente, políticas cada vez mais orientadas pela mesma cultura economicista.

Leia mais...

Temos que acreditar nos mansos: - eles têm as chaves do futuro

Mansidão - Léxico do bem-viver social/16

por Luigino Bruni

publicado emAvvenire em 12/01/2014

Logo nuovo lessico

As palavras que nunca envelhecem são as que conseguem morrer e ressuscitar em todas as épocas. A mansidão é uma delas; era já muito grande nos salmos, no Evangelho e nas antigas civilizações orientais; os grandes mansos da história fizeram-na ainda mais sublime: o Padre Kolbe, muitos mártires de ontem e de hoje, Gandhi...; e tantos outros desconhecidos dos noticiários que com a sua humilde mansidão todos os dias tornam melhor a terra de todos nós.

Leia mais...

Um mundo a recomeçar a partir da mulher e do “Tu”

Economia - Léxico do bem-viver social/15

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire em 05/01/2014

Logo nuovo lessicoA crise fez tantos e tão grandes desmentidos a previsões – na aparência rigorosamente científicas – avançadas por economistas que não deveremos admirar-nos que alguém se tenha sentido autorizado a proclamar a bancarrota da Economia política ... A tais vozes, por certo caluniosas, não veio a faltar uma atenuante: muitos economistas pecaram por falta de modéstia”. Estas palavras de Robert Michels, politólogo e autor do primeiro livro com o título “Economia e felicidade” (1917), foram pronunciadas em 1933, mas parecem dos nossos dias.

Leia mais...

Sem mercado não há liberdade.O mercado por si só não dá felicidade

Consumo - Léxico do bom viver social/14

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire em 29/12/2013

Logo nuovo lessico

A centralidade do consumo não é um facto inédito ou típico da sociedade atual. Relevante e nova é a incapacidade de perceber como é invasiva a cultura do consumo e dos rendimentos que infelizmente caraterizou muitas civilizações decadentes, tornando-as semelhantes. O fenómeno do consumo tem raizes muito antigas e é geralmente coisa boa, pois quando são negados os bens para o consumo são também negados direitos e liberdades.

Leia mais...

Um olhar diferente que habita e transforma a vida

Carismas - Léxico do bom viver social/13

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire dia 22/12/2013

Logo nuovo lessicoA fragilidade moral e civil do nosso tempo é também consequência da expulsão dos carismas da vida pública e de carismas que, com demasiada tranquilidade, aceitaram a marginalização, retirando-se. Quando faltam os carismas, ou quando são considerados apenas uma coisa “religiosa” e por isso irrelevante para a vida civil, a economia, a política, a sociedade perdem o rumo porque lhes falta o recurso essencial da gratuidade. De fato, existe um nexo inseparável entre carismas e gratuidade.

Leia mais...

A gratuidade cria o novo (mas onde estão os profetas?)

Inovação - Léxico do bom viver social/12

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire dia 15/12/2013

Logo nuovo lessicoInovação está a transformar-se na nova palavra de ordem do séc. XXI. Mas, como frequentemente acontece, as coisas mais interessantes e verdadeiramente relevantes começam com os predicados, verbos e adjetivos, porque se faltar a capacidade de articular um bom discurso em torno da inovação, depressa este fascinante substantivo terá o mesmo fim de tantas grandes palavras que estamos desgastando e assim banalizando (mérito, eficiência e, dentro em breve, democracia).

Leia mais...

Mercado e reciprocidade: aliança a ser reconstruída

Mercado - Léxico do bom viver social/11

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire dia 08/12/2013

Logo nuovo lessico

No subsolo da nossa cultura civil e econômica crescem duas tendências opostas: a primeira é a progressiva aproximação entre cultura e linguagens de mercado – o capitalista e os da economia social; a segunda é a crescente contraposição sobre a avaliação ética do mercado. Para uns o mercado capitalista é a solução de todos os males econômicos e civis; outros, pelo contrário, o consideram o ídolo de todos os males morais, sociais e políticos. 

Leia mais...

O futuro não é um clube

Bens comuns - Léxico do bom viver social/10

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire em 01/12/2013

Logo nuovo lessicoProgressivamente os bens comuns estão se tornando cada vez mais escassos e críticos, mas estão ainda muito ausentes da cultura e da praxis econômica e política. Em economia, os bens comuns entraram em cena em 1911; após um longo eclipse, regressaram no final do século passado com Elinor Ostrom, Nobel de Economia em 2009. Naquele primeiro artigo – escrito por uma mulher, Katharine Coman – surgem já as três notas principais dos bens comuns; era um estudo sobre a água, numa perspectiva histórica.

Leia mais...

A nossa riqueza são os laços

Cooperação - Léxico do bom viver social/9

por Luigino Bruni

publicado em Avvenire dia 24/11/2013

logo avvenire

As comunidades florescem quando são aptas para a cooperação. Se não tivéssemos iniciado a co-operar (agir juntos) a vida em comum não teria sequer tido início; teríamos ficado evolutivamente bloqueados na fase pré-humana. Como com frequência acontece a grandes palavras do humano, também a cooperação é ao mesmo tempo una e múltipla, muitas vezes ambivalente; e as suas formas mais relevantes são as menos óbvias. Sempre que seres humanos atuam em conjunto e se coordenam para chegar a um resultado comum, mutuamente vantajoso, estamos perante a cooperação.

Leia mais...

Algo único

Bens de experiência - Léxico do bom viver social/8

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 17/11/2013

logo_avvenire

Está surgindo uma nova procura de participação no consumo, na economia e no uso dos bens. Por exemplo, uma diferença radical entre a Internet de 10-15 anos atrás – predominantemente constituída por sites web e e-mail – e a web das redes sociais e das Apps é um maior envolvimento e protagonismo dos habitantes da rede que somos nós. Analogamente, hoje em dia a TV não emite apenas programas para ‘telespectadores’; pede-nos para votar no melhor cantor ou jogador. E o interessante é que as pessoas participam, investem tempo para dizer a sua opinião e para se sentirem parte ativa de uma nova forma de comunicação: para fazer uma experiência.

Leia mais...

Regenerar as virtudes subvertidas

Ponto crítico - Léxico do bom viver social/7

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 10/11/2013

logo_avvenire

Existe uma lei económica e social importante, muitas vezes esquecida. Luigi Einaudi chamava-lhe “A teoria do ponto crítico”, e considerava-a “fundamental quer na ciência económica, quer na política” (Lezioni di politica sociale, 1944); atribuía-a ao seu conterrâneo Emanuele Sella (economista e poeta que escreveu até um tratado de economia “trinitária”). A ideia é que existe um limiar – invisível mas real – um ponto crítico, para além do qual um fenómeno positivo se torna negativo, mudando de sinal ou de natureza. A lei do ponto crítico poderá ser hoje aplicada às finanças; e também aos impostos (quando vão além de certo limite acabam por penalizar os contribuintes honestos que os pagam).

Leia mais...

Nem tudo é mercadoria

Capitais - Léxico do bom viver social/6

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 03/11/2013 

logo_avvenireAumentam as pobrezas "más" e diminuem as "boas". Estamos empobrecendo rapidamente e mal porque a deterioração de capitais civis, educativos, relacionais, espirituais, públicos ultrapassou o ponto crítico, desencadeando uma reação em cadeia. O declínio é capital. As pobrezas que hoje sabemos medir manifestam-se como carestia de fluxos (trabalho, rendimento), mas na realidade são expressão de processos "na conta capital" muito mais profundos e de longo período, que dependem pouco da crise financeira de 2007-08 ou das políticas da Alemanha – os alibis do costume, que já enjoam – que escondem as verdadeiras razões do que de grave se está a passar.

Leia mais...

A profecia e a injustiça

Pobreza - Léxico do bom viver social/5

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 27/10/2013 

logo_avvenireA pobreza é uma dimensão da condição humana, é uma realidade básica da vida de toda a gente. Grave erro da nossa civilização é considerá-la um problema típico de algumas categorias sociais ou povos que de vez em quando se assumem como "empreiteiros" da pobreza: um modo de nos imunizarmos sempre mais dos pobres, banindo-os, como bode expiatório, para fora das fronteiras da convivência civil. Já não conhecemos a pobreza; e não a reconhecemos porque não recordamos que nascemos na mais absoluta pobreza e que terminaremos a vida numa pobreza não menos absoluta.

Leia mais...

Algo essencial

Bens relacionais - Léxico do bom viver social/4

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 20/10/2013 

logo_avvenire

Que os bens e os males mais importantes para nós são as relações interpessoais, sempre a sabedoria popular o soube. Mitos, literatura, histórias e tradições outra coisa não fazem que dizê-lo desde há milénios, falando de riquezas que vieram a tornar-se grandes males por causa de relacionamentos errados e de pobreza material na qual o pouco se multiplica porque partilhado em comunhão.

Desde há algumas décadas que começaram a notá-lo também os cientistas sociais e até mesmo alguns economistas (o primeiro foi Benedetto Gui, em 1986), que utilizam a expressão "bens relacionais" para indicar aquele tipo de bens nos quais é a relação entre as pessoas que constitui o bem.

Leia mais...

O preço não é justo

Bens - Léxico do bom viver social/3

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 13/10/2013 

logo_avvenireTambém neste tempo, cada vez mais dominado pela técnica e pela finança invisível e sem rosto, os protagonistas da economia continuam a ser as pessoas e os bens. Cada ato económico – do consumo ao trabalho, da poupança ao investimento – é um enredo de pessoas e bens. E também quando se age no interior de instituições complexas, regras e contratos e os bens perdem materialidade e parece dissolverem-se, no final e no início de cada ato económico encontramos sempre bens e pessoas. É assim que, paralelamente a uma reflexão sobre pessoas – na veste de cidadãos, "consumidores", empresários, investidores, trabalhadores – para poder escrever um novo léxico económico é necessário e urgente um pensamento novo sobre os bens, os objetos da economia, e em seguida sobre novos hábitos de consumo e de vida.

Leia mais...

O horizonte dos talentos

Riqueza - Léxico do bom viver social/2

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 06/10/2013 

logo_avvenire

Tal como as pobrezas, são muitas as riquezas. Algumas boas, e outras, relevantíssimas, más. As grandes culturas sabiam-no bem; a nossa cultura, porque não é grande, esqueceu-o. A natureza plural e ambivalente da riqueza está inscrita na sua própria semântica.

Riqueza provém de rex (rei), e por isso reporta-se a poder, a – por meio de dinheiro e bens – dispor até sobre as pessoas. Sempre a posse de riquezas esteve, e está, profundamente entrelaçada com o controle das pessoas, e a fronteira para além da qual a democracia se torna plutocracia (governo dos ricos) é sempre pouco nítida, frágil, com pouquíssimos protetores e sentinelas que não estejam ao serviço dos plutocratas.

Leia mais...

Palavras para o nosso tempo

Comentários - Léxico do bom viver social/1

por Luigino Bruni 

publicado em Avvenire dia 29/09/2013 

logo_avvenireHá quem esteja firmemente convencido de que o pior da crise já passou; outros estão de igual modo persuadidos de que a "grande crise" está apenas no início. Na realidade, certo é que precisamos de começar a ter consciência de que a palavra "crise" já não consegue exprimir o nosso tempo. É que, realmente, nos encontramos imersos num longo período de transição e de mudança de paradigma, iniciado bem antes de 2007 e que irá durar ainda muito. Por isso precisamos aprender rapidamente a viver bem no mundo como ele hoje se nos oferece, incluindo as suas dificuldades. Mas precisamos de aprender um novo léxico económico, que se preste, em primeiro lugar, a ajudar-nos a compreender este mundo (não o de ontem) e, depois, nos ofereça instrumentos para atuar e, possivelmente, o tornarmos melhor.

Leia mais...

Siga-nos:

facebook twitter vimeo icon youtubeicon flickr

EoC-IIN

Logo Eoc iin 01 rid rid

International Incubating Network

leia mais...

Relatório EdC 2016

Cover Edc44 EN modUm ano de vida EdC, estratégias e perspectivas para o futuro. 

 Ir para a versão online

Aderir a EdC

EoC Companies crop banner rid modCadastre a sua empresa no novo site exclusivo: edc-info.org

Descubra mais...

Cidade Nova e EdC

pessoas edc003A revista Cidade Nova tem agora uma página dedicada à Economia de Comunhão, com relatos de pessoas envolvidas com o projeto.

Artigos já publicados:

Escola interamericana reunirá jovens empreendedores - 10/2015
A Aurora de uma nova cultura
- 09/2015
Comunhão e a crise grega - 08/2015
John Nash e a EdC
- 07/2015
Dado empresarial e a prática dos valores da empresa
- 06/2015
Nairóbi, capital de uma nova economia
- 05/2015
EdC e a qualidade do produto
- 04/2015
O lucro não monetário
 - 03/2015
Confiança e análise de risco - 02/2015
Economia e humanismo - 01/2015

As parteiras do Egito

Logo Levatrici d Egitto rid modO comentário do Êxodo, dos editoriais de domingo no Avvenire, por Luigino Bruni

O trabalho das mãos - 21/12/2014
O véu do profeta
 - 14/12/2014
As costas e o rosto de Deus
- 07/12/2014
O peso das palavras comuns - 30/11/2014
O bezerro de ouro - 23/11/2014
O sétimo dia
- 16/11/2014
Palavras do Céu, palavras da terra
- 09/11/2014
O decálogo
- 02/11/2014
As palavras da terra
- 26/10/2014
Os familiares do profeta
- 19/10/2014
A gratuidade-manã
- 12/10/2014
A dança de Miriam
- 05/10/2014
Os muros do mar
- 28/09/2014
A libertação e os ídolos
- 21/09/2014
Pragas e impérios invisíveis
- 14/09/2014
Capatazes leais
- 07/09/2014
O céu e as pirâmides
- 31/08/2014
A vocação de Moisés - 24/08/2014
O grito-oração
- 17/08/2014
As parteiras do Egito
- 10/08/2014

A árvore da vida

Logo Albero della vita rid modO comentário sobre o Gênesis, através dos editoriais de domingo no Avvenire, por Luigino Bruni

A morte de Jacob - 03/08/2014
O filho reencontrado
- 27/07/2014
A reconciliação
- 20/07/2014
O perdão de José
- 13/07/2014
Vacas magras e vacas gordas
- 06/07/2014
A lealdade de José
- 29/06/2014
Judá e Tamar
- 22/06/2014
José, o sonhador
- 14/06/2014
A morte de Isaac - 08/06/2014
Dina, A Vingança e a Gratidão - 01/06/2014
Ferida e benção - 25/05/2014
A carestia de fundamento - 18/05/2014
O sonho e a vocação - 11/05/2014
Esaú e Jacob/Jacó - 04/05/2014
O 1º contrato - 27/04/2014
Isaac - 20/04/2014
Agar - 13/04/2014
Abraão - 06/04/2014 
Babel - 30/03/2014
Noé - 23/03/2014 
Caim e Abel - 16/03/2014 
A serpente - 09/03/2014
Troca de olhares - 02/03/2014 
Adam - 23/02/2014
A árvore da vida - 16/02/2014

O novo léxico do bom viver social


Logo nuovo lessico rid modAs "palavras" do Novo Léxico, dos editoriais dominicais em Avvenire por Luigino Bruni

Comunhão - 09/02/2014
Instituições
- 02/02/2014
Comunidade
- 26/01/2014
Tempo - 19-01-2014
Mansidão - 12/01/2014
Economia - 05/01/2014
Consumo - 29/12/2013 
Carismas - 22/12/2013 
Inovação - 15/12/2013 
Mercado - 08/12/2013
Bens comuns - 01/12/2013
Cooperação - 24/11/2013
Bens de experiência - 17/11/2013
Ponto crítico - 10/11/2013
Capitais - 03/11/2013
Pobreza - 27/10/2013
Bens relacionais - 20/10/2013
Bens  - 13/10/2013
Riqueza - 06/10/2013
Novo léxico - 29/09/2013

Ver versão online

O dado das empresas

Logo cube IT 150

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.