Falar de economia... e se converter ao Amor

Pedimos a professora Ir. Alessandra Smerilli, salesiana e membro da comissão organizadora das Semanas Sociais, alguma impressão sobre os dias passados no Brasil

Alessandra, tu relataste impressões muito fortes da experiência no Brasil. Podes contar-nos alguma coisa?

110526_Ginetta_Ale_Livio_Teresa_ridVoltando do Brasil, um pensamento continua a me acompanhar: A EdC não perdeu o encontro marcado com a história, ao contrário, está demonstrando ser um verdadeiro farol para o mundo todo. Para mim era impressionante ver como os diversos temas ressoavam com notas diferentes, mas em harmonia, em todos os continentes: creio que isto seja típico das obras de Deus. E que é obra de Deus, está a demonstrar também o fato que se falava de economia... E as pessoas se convertiam ao amor. Nos intervalos, nos momentos nos quais era possível trocar opiniões e experiências, ouvi muitas pessoas, entre empresários, estudiosos, estudantes, etc., dizerem que tinham entendido que deveriam amar mais, que poderiam fazer algo a mais: cada um se sentia chamado a dar tudo.

O clima era de festa e de alegria: o pacto de misericordia e de unidade feito juntos na missa de sábado a tarde foi comovente... O Espírito Santo e Maria pareciam ter invadido a Igreja.

A tua palestra na Assembleia se intitulava "Edc como caminho de renovação dos Carismas...": qual a relação entre os carismas e a edc?

Depois da minha palestra (foi belo o fato que muitos entre os presentes tenham me agradecido pessoalemente), um professor do Chile me perguntou: qual a relação entre Dom Bosco e a economia de comunhão? Ali pensei simplesmente que sem Dom Bosco e todos os santos sociais de 1700 e 1800 a economia de comunhão não teria nascido (Chiara no vídeo do lançamento da EdC lembrou que todo carisma chega, não em oposição mas em continuidade com aquilo que já existe). A EdC foi preparada por um fermento de caridade social que forneceu um terreno fértil e irrigado. Por outro lado creio também que sem a EdC, que nasce do carisma da unidade, muitos carismas correm o risco de não conseguirem superar os desafios atuais e reavivarem as suas obras, num momento em que é preciso conjugar eficiência e eficácia, comunhão e missão: isto a EdC possui no DNA e pode doá-lo como um tesouro a muitos!

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.